Remição x remissão

Hoje tomei um susto e aprendi uma palavra nova: remição.

Ao ler um artigo sobre educação e detenção, que também traz a opinião de um ex-detento e professor da USP, me deparei com o seguinte trecho:

Roberto da Silva, de 52 anos, professor, mestre e doutor em educação pela Universidade de São Paulo (USP), não concorda que a remição de pena para detentos seja concedida a partir do número de horas que eles frequentam a escola.

Como não conhecia a palavra remição, mas conheço remissão, pensei: o que houve aqui? É um erro de ortografia ou uma palavra que desconheço?

Suspendendo o julgamento por um momento, corri ao Aulete Digital para verificar, e está lá:

(re.mi.ção)

1 Ação ou resultado de remir(-se).

2 Libertação, resgate de prisioneiros.

3 Compensação, ressarcimento de dívida, dano, pena etc.

4 Redenção de pecados ou crimes por meio de penitência.

Ou seja, a remição, no caso acima, é a liberação da pena via frequência a aulas, compensando a redução dela pela educação.

Embora oriundas de palavras distintas do latim (remição < remir; remissão < remissio), elas guardam algo em comum, já que remissão significa perdão de penas, dívidas ou pecados, embora também signifique alusão ou referência a algo ou alguém (daí o verbo remeter), bem como sentimento de compaixão e misericórdia e até intervalo, interrupção.

Nada como descobrir novas coisas a cada dia. E nossa língua é uma mãe mesmo, sempre acolhendo mais filhos!

Que tal compartilhar este texto com seus amigos? Basta um clique e estará nos ajudando muito!

Avalie este artigo

Avaliação média: 4.75
Total de Votos: 4

Remição x remissão

2 pensamentos em “Remição x remissão”

  1. Aqui é só estudar, está tudo aí, gratuitamente.
    Mas este blog é para estudo pessoal, autônomo, sem auxílio de professor;
    para estudo auxiliado, olha a página do CURSOS 24 HORAS ONLINE,
    no topo (mas são pagos os cursos deles).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *