Hipônimos e Hiperônimos

Em termos de semântica lingüística os hiperônimos são termos mais gerais que podem ser usados para referenciar uma realidade de termos mais específicos, os hipônimos.

Para ficar mais fácil de entender a diferença entre um e outro, e a sua correlação, é melhor pensarmos em termos de exemplos.
Continue lendo “Hipônimos e Hiperônimos”

Diferença entre glosa e grosa

Glosa e mote

Eu já defini glosa em outro artigo deste curso, sobre versificação em língua portuguesa, no qual eu disse que a glosa é uma composição poética na qual são repetidos os versos de um mote (verso ou estrofe que lança um tema). Em termos de prosa, a glosa é a explicação, crítica ou comentário a um outro trecho de texto. Continue lendo “Diferença entre glosa e grosa”

Alambre, alambrado, inalâmbrico

Fiquei intrigado quando ouvi o termo inalâmbrico pela primeira vez, e tive que perguntar ao meu amigo, Dr. Queiroz, o significado da expressão, que veio para o português a partir do idioma espanhol.
E ele [o doutor], naturalmente, me explicou que a palavra inalâmbrico quer dizer comunicação sem fio, ou seja, a tradução da palavra inglesa wireless (a comunicação sem fio vai de um simples controle remoto de tv ou de portão de garagem a aparelhos celulares e redes sem fio).

Continue lendo “Alambre, alambrado, inalâmbrico”