Orações subordinadas substantivas

As orações subordinadas substantivas fazem o papel de substantivos nas orações, de forma que vão funcionar como sujeito, predicativo, objeto direto, objeto indireto, complemento nominal, aposto e agente da passiva.

Assim, elas serão denominadas também a partir dessas funções, que especificaremos abaixo com exemplos (retirados do Novo Manual de Português, LUFT, 1986):

1. Orações subordinadas substantivas subjetivas (estão sublinhadas), pois cumprem função de sujeito:

Parece que José vem. (Que José vem é o que parece.)
Quem dá aos pobres empresta a Deus.
Não merece comer quem não quer trabalhar. (Quem não quer trabalhar não merece comer.)
Não foi noticiado quem vem à festa. (Quem vem à festa não foi noticiado.)
É impossível descrever a cena. (Descrever a cena é impossível.)
Forçoso era desistir. (Desistir era forçoso.)

2. Orações subordinadas substantivas predicativas: fazem a função de predicativos de suas orações principais:

Meu desejo é que venças.
A pergunta é se Maria sabe disso.
Que todos sejam compreensivos é o que mais precisamos.
Não sou quem imaginas.
O difícil é saber perder.

3. Orações subordinadas substantivas objetivas diretas: funcionam como objetos diretos das orações principais:

Dizem que ele vem.
Perguntaram se estava tudo em ordem.
Não houve quem lhe acudisse.
Não sabia quanto custava o livro.
Fingia não prestar atenção.

4. Orações subordinadas substantivas objetivas indiretas: são objetos indiretos de suas orações principais:

Convenceu-o de que era fácil a tarefa.
Duvido que ele vá.
Não sabe se vai.
Ajudo a quantos me ajudam.
Não gosta de emprestar livros.
Lembrou-se de examinar a roupa.

 

5. Orações subordinadas substantivas completivas nominais: exercem a função de complementos nominais de substantivos, adjetivos e advérbios das orações principais:

Tenho esperança de que ele vença.
Estava aflito por que o soltassem.
Independentemente de que isso é mentira, devemos admitir que…
Tinha certeza de que seria aprovado.
Estava longe de acreditar.

6. Orações subordinadas substantivas apositivas: fazem função de aposto da oração principal:

Dei-lhe um conselho: que evitasse familiaridade com estranhos.
O fato de que ele não tenha protestado é significativo.
Fizeram-lhe uma pergunta: se estava nervoso.
Alimentava um sonho: formar-se em Letras.

7. Orações subordinadas substantivas agentivas: exercem função de agente da passiva:

O artigo foi escrito por quem entende da matéria.
Ele é estimado por quantos o conhecem.
Palavras de quem entende.

O restante deste texto estará disponível aos leitores que clicarem no botão +1 abaixo. Isto ajuda nosso blog a ser cada vez melhor. Você não é obrigado a fazer isso, mas se fizer estará ajudando muito.


Avalie este artigo

Avaliação média: 4.5
Total de Votos: 4

Orações subordinadas substantivas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *