Orações subordinadas adjetivas

As orações subordinadas adjetivas logicamente exercem a função de adjetivos dos substantivos das orações principais, ou seja, são adjuntos adnominais deles. Como é sabido, as orações adjetivas são introduzidas por pronomes relativos (que, quem, o qual, etc.), com exceção daquelas que são reduzidas (como aqui: daquelas reduzidas).

As orações subordinadas adjetivas são classificadas como restritivas ou explicativas.

As restritivas literalmente restringem o substantivo, isto é, delimitam, determinam-o, ao passo que as explicativas dão informação extra, e por isso, ao funcionar como apostos, podem ser eliminadas, sem prejudicar o sentido da oração. Estas vem delimitadas na escrita por vírgulas e na fala por pausas.

Alguns exemplos de orações subordinadas adjetivas restritivas:

A pessoa que estuda muito mantém seu cérebro ativo.
O livro que estou lendo é muito bom.
O autor cuja obra foi citada é um clássico.
Não conheço a cidade em que meu pai nasceu.
Eu vi um grupo de pessoas (que estavam) discutindo.
Li a entrevista (que foi) feita com a candidata.

Alguns exemplos de orações subordinadas adjetivas explicativas; estas, por funcionarem como apostos, também podem ser chamadas de apositivas:

Os humanos, que são seres racionais, muitas vezes se comportam como irracionais.
A verdade, que se sustenta por si só, sempre terá vida longa.
A mentira, que tem pernas curtas, nunca vai muito longe.
Não visito minha cidade natal, que é muito longe daqui, há muitos anos.
Minha vizinha, (que é) formada em direito, me esclareceu as regras do condomínio.
O jogador, (que estava) vestindo a camisa dez, estava caído no gramado.
A natureza, (que está sendo) devastada em muitas partes do planeta, reage com terremotos, tempestades e inundações.

Que tal compartilhar este texto com seus amigos? Basta um clique e estará nos ajudando muito!

Avalie este artigo

Avaliação média: 4.5
Total de Votos: 2

Orações subordinadas adjetivas

5 pensamentos em “Orações subordinadas adjetivas”

  1. Caro Eduardo,
    infelizmente, eu não elaboro questões de português,
    pois não tenho experiência nisso;
    questões eu faço somente em inglês,
    como poderá ver no meu Curso de Inglês Grátis,
    que tem o link na barra lateral.
    Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *