Onomatopéia e Prosopopéia

A onomatopéia é uma figura de linguagem que consiste em reproduzir um som com um fonema, sílaba ou palavra.

Os sons que podemos tentar reproduzir graficamente podem ser de qualquer natureza: sons emitidos por animais, aves, ruídos vindos da floresta, barulho de máquinas, ou qualquer outro, inclusive, é claro, o som da voz humana.

A onomatopéia é auto-explicativa, pois poderemos identificar que tipo de som está sendo expresso. É muito usada em material dirigido a crianças ou histórias em quadrinhos.

As onomatopéias são super comuns:

Cão: au, au.

Gato: miau.

Pato: quack.

Galo: cocoricó.

Choro: buaááááá´!

Riso: ahahahahahah / eheheheheh / hihihihihihihih

Campainha: dim-dom; ding-dong.

Buzina: bibiiiiiiii.

Relógio: tique-taque.

Espirro: atchim!

Como essa é uma palavra difícil, lembro que o adjetivo é onomatopaico ou onomatopéico.

***

Também não podemos confundir a onomatopéia com a prosopopéia, que é a figura de linguagem pela qual fazemos uma personificação, isto é, animamos coisas inanimadas, ou damos voz, sentimentos e ações a quem não os tem, como seres minerais, animais, ou sujeitos ausentes. A prosopopéia é uma figura muito usada em literatura infantil ou mágica, e é muito comum em fábulas, em que coisas e animais adquirem voz e sentimentos.

Que tal compartilhar este texto com seus amigos? Basta um clique e estará nos ajudando muito!

4 pensamentos em “Onomatopéia e Prosopopéia”

  1. Isso significa que os artigos foram escritos ANTES dessa mudança.
    Mas fica o registro.
    Forte abraço.

  2. Tudo muito bom, mas, preciso dizer (neuras de revisor): onomatopeia, prosopopeia, SEM acento, pela nova ortografia, ok? Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *