Como Escrever Melhor

Estava aproveitando para pôr a leitura de meus feeds em dia e deparei-me com esse texto do Norberto: “Escrever, escrever e escrever. Sim, mas como escrever bem?”.

Comecei a esboçar um comentário lá no Escrita Torta, mas o assunto merece mais destaque, e resolvi continuar a discussão “aqui em casa”.

Comecei meu esboço de comentário dizendo que tem que se tomar cuidado com esses guias de como escrever melhor. Um aposto, essa pausa de que o Norberto fala em seu texto — e que eu acabo de fazer aqui, recursivamente —, pode ser importantíssimo para complementar a idéia do texto. Não quebra ritmo ou fluxo de leitura coisa nenhuma. A não ser que você esteja escrevendo para salsinhas.

Acho que os blogueiros que foram citados (Cardoso, Norberto, Manson — e eu citaria, para ficar no mínimo, também a Luciana Monte e a Nospheratt) têm como grande diferencial, além do conteúdo, o fato de escreverem com estilo próprio. É claro que têm toda a correção ortográfica, a clareza das idéias, mas têm também o estilo, aquela coisa quase melódica de quando se lê um texto bem escrito, e que acaba por se tornar marca registrada.

É claro que aprecio um texto com palavras bem escolhidas, pontuação correta, sem erros de ortografia ou gramática. Mas é necessário ir além de seguir regras estabelecidas de construção de sentenças. É necessário ser autêntico, escrever com o coração. Mesmo o Manson, que faz um site de humor, tem que colocar no texto a sua escrotice mais autêntica, ou sua criação não teria a menor graça.

Então, a dica que dou para quem quer escrever melhor é: leia muito e seja autêntico; não tente imitar o estilo de ninguém e encontre o seu próprio, sem preocupar-se com fazer isso de hoje para amanhã. Os leitores mesmo sem saberem disso lêem além das palavras, e quando alguém põe coração no que faz, o coração do leitor percebe, e ele assina o feed.

Que tal compartilhar este texto com seus amigos? Basta um clique e estará nos ajudando muito!

Autor: Prof Janio

Este é um site sobre a Língua Portuguesa, cujo principal objetivo é formar e informar, levando luz a questões obscuras do idioma.

86 pensamentos em “Como Escrever Melhor”

  1. Oi, se você não tem recursos para pagar cursos presenciais, o melhor é procurar sites de português que trabalhem com regras de ortografia, por exemplo; este curso é via artigos, com explicação e exemplos, mas não tem exercícios nem detalhes em certas partes da gramática.
    Estude aqui (olha o mapa do site, pelo menu superior) o que precisar, é gratuito (e sem acompanhamento),
    e busque outros sites, há muitos gratuitos na internet.
    Obrigado pela visita e abraço.

  2. Professor Gentil, boa noite! É a minha primeira visita ao site, achei muito interessante a proposta do site como um todo. sou formada em Marketing e vivo um grande dilema até hoje… sempre estudei em colégio público e acabei fazendo minha graduação em uma instituição particular. Vivo um pesadelo com o PORTUGUÊS, não me sindo segura para escrever uma redação ou redigir um texto; parece que me faltam as palavras. iniciei um curso na Kumon e me ajudou bastante, sem recursos para continuar finalizei o contrato. Como faço para estudar por conta própria e aprender as regras gramaticais que até hoje é um bicho de sete cabeças para mim.

  3. Talvez um professor especializado nessa área, ou em oratória,
    para te ensinar a se colocar diante de pessoas.

  4. oi tenho 21 anos e estou cursando engenharia civil,mais tenho muitos problemas em escreve correto o que devo faze quando vou escreve na frente de uma pessoa fico estranho acabo escrevendo errado quem devo procura ou atemos sem se na frente de pessoas

  5. Infelizmente, Manoel, não conheço nenhum professor que trabalhe nessa área.
    Talvez o pessoal da tua faculdade poderá fazer isso.
    Pessoas desse meio podem ter mais contatos.
    Só te agradeço pela visita ao site.
    E te desejo boa sorte no estudo.
    Abraço.

  6. Boa noite, sou estudante do curso de Letras da faculdade UESB da cidade onde moro Jequié-BA, sou deficiente visual e utilizo uma tecnologia assistiva que é um leitor de tela, do qual está me possibilitando digitar essa mensagem. A minha maior dificuldade nesse quinto semestre desse curso é repassar a leitura de um texto do qual eu acabei de fazer a leitura . Por exemplo estamos lendo e estudando sobre: SOBRE AS ORIGENS DO PORTUGUÊS POPULAR BRASILEIRO. Quero muito poder aprender a redigir um texto do qual acabei de ler. Você pode me ajudar ou indicar algum professor de língua portuguesa que esteja disponível para esse minha dificuldade?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *