A diferença entre esotérico e exotérico

Com base no prefixo eso-, o termo esotérico (do lat. esotericu),  indica algo que está dentro, oposto ao que está fora, ou seja, exotérico (do lat. exotericu), indicado pelo prefixo exo- (exoesqueleto, ou esqueleto externo, é outro exemplo do uso deste prefixo).

Continue lendo “A diferença entre esotérico e exotérico”

Qual a diferença entre seção, cessão e sessão?

Estas três palavras são homófonas, ou seja, são pronunciadas da mesma forma.

A palavra seção, ou secção (do verbo seccionar), significa corte, segmento (diferentes seções em um jornal, por ex.), subdivisão de um capítulo num livro ou uma subdivisão de um setor ou departamento numa empresa ou instituição.

Continue lendo “Qual a diferença entre seção, cessão e sessão?”

Conjugação dos verbos excetuar e exceder

Como explicamos no artigo anterior, é preciso ter cuidado com a grafia dessas palavras e também com seu significado. Lembro que excetuar quer dizer fugir à regra, desviar-se dela, e exceder é estar em quantidade demasiada, sobrando.

Continue lendo “Conjugação dos verbos excetuar e exceder”

O que significa Presunção de Inocência?

Estava pesquisando alguns assuntos na internet, quando encontrei esta expressão, Presunção de Inocência, e resolvi ler um pouco sobre ela, que é muito importante para todo cidadão e cidadã de qualquer país. Ela significa que toda pessoa é considerada inocente até que seja provada sua culpa.

Continue lendo “O que significa Presunção de Inocência?”

Conjugação do verbo irregular dizer

Seguindo a sugestão de uma pessoa que visitou este Curso de Português, publico a conjugação do verbo irregular dizer. As chamadas formas nominais deste verbo são o infinitivo: dizer; o gerúndio: dizendo e o particípio: dito. Confira a conjugação abaixo:

Continue lendo “Conjugação do verbo irregular dizer”

Sobre versificação em língua portuguesa (12)

Há em nossa língua formas tradicionais de composição poética. Vamos nomear e exemplificar cada uma delas. As mais famosas são o soneto, a canção e a balada. Estas duas últimas vivem hoje principalmente através dos letristas e compositores da música popular.

Continue lendo “Sobre versificação em língua portuguesa (12)”