Hipérbato e hipérbole

Hipérbato é uma figura de linguagem na qual há inversão na ordem dos termos de uma oração. Isto é, há uma troca na posição dos termos da oração e a ordem direta, que é sujeito, verbo, complementos e adjuntos, é invertida. Por isso essa figura pode também ser chamada simplesmente de inversão.

Continue lendo “Hipérbato e hipérbole”

Ironia e sarcasmo

A ironia é uma figura de linguagem que consiste em comunicar um sentido oposto ao sentido literal, ou oposto ao que estamos pensando. A ironia está intimamente ligada ao sarcasmo. A diferença entre essas duas figuras é que o sarcasmo é mais ferino, mais mordaz, mais cruel e a ironia é mais sutil.

Continue lendo “Ironia e sarcasmo”

Anacoluto, ou frase quebrada

O anacoluto é uma figura de linguagem (sintática) que consiste na quebra da estrutura sintática de uma frase ou período pela inserção de uma expressão ou palavra solta no seu início, ou seja, parece que a frase vai para um determinado lado, mas há uma mudança repentina em sua construção. Daí essa figura também ser chamada de frase quebrada. É muito utilizada na retórica e na literatura para mostrar uma mudança na direção do pensamento de quem fala ou para retratar a própria irregularidade da fala de um personagem. Geralmente, o termo inicial fica sem função sintática, servindo apenas de tema para o resto da sentença.

Continue lendo “Anacoluto, ou frase quebrada”